Notícias

DIRETORA DO SENGE PRESENTE NO CONGRESSO BRASILEIRO DE EDUCAÇÃO EM ENGENHARIA

Perspectivas para o futuro do ensino da Engenharia são abordadas pelo evento, que ocorre nesses dias 17 a 20 de setembro.

A diretora de Apoio e Qualificação do SENGE, Nanci Giugno, participou nessa semana do XLVII Congresso Brasileiro de Educação em Engenharia (COBENGE) e 2º Simpósio Internacional de Educação em Engenharia da ABENGE, realizado em Fortaleza-CE. Com o tema "Formação por Competência na Engenharia no Contexto da Globalização 4.0", o evento ocorre nesses dias 17 a 20 de setembro, promovido pela Associação Brasileira de Educação em Engenharia (ABENGE).

Segundo a diretora, acompanhar e participar das transformações do processo de educação em engenharia, conhecendo as dificuldades da aprendizagem, as exigências das novas Diretrizes Curriculares Nacionais (DCNs), o perfil do novo professor, as expectativas do mercado, em especial, da indústria, as novas metodologias de ensino no mundo digital, o perfil dos jovens estudantes, é de extrema importância para o SENGE.  

No evento, também foram apresentadas discussões profundas sobre os processos de avaliação de aprendizagem, as dinâmicas em sala de aula, o incentivo para a cooperação entre os alunos e não para a competição, com a conclusão de que se tornou imperativo valorizar a competência para além da potencialidade. “Cada vez mais é requerida a aprendizagem ativa, através de diversas metodologias, como sala de aula invertida, uso de aplicativos, simulações, teoria a partir de projetos práticos”, resume a diretora.

Diretora Nanci Giugno e o presidente da ABENGE, Vanderli Fava de Oliveira

Outro ponto abordado na programação foi a necessária conexão entre a formação acadêmica com o que a sociedade precisa, bem como com o que o mercado requer. Os egressos dos cursos de Engenharia têm que ter capacidade de transformação e inovação para ampliar a oferta de empregos e não apenas para atender a demanda.


Professor Jesualdo Pereira Farias, da Universidade de Fortaleza

Além disso, as instituições de ensino precisam incorporar a superação da desigualdade social brasileira. “Estamos na contramão do desenvolvimento, com tantos cortes de recursos para educação, ciência e tecnologia e pesquisas. Somente com o incentivo e a alocação de recursos teríamos a condição de sair do papel de mero exportador de comodities”, resume a diretora.

A velocidade do nível do conhecimento é tão grande que se torna fundamental avançar e revolucionar a educação para enfrentar os 10 problemas mais graves identificados: energia, água, alimentos, questões ambientais, pobreza, terrorismo e guerra, doenças, educação, democracia, crescimento populacional e migração.


Diretora do Campus Litoral da UFRGS, Liane Ludwig Loder

“O evento trouxe temáticas polêmicas, novidades e perspectivas que vão muito além das exposições e debates, mas instiga a busca de caminhos que permitam tirar o Brasil de um patamar tão baixo de educação”, explica Nanci, que antecipa que o SENGE promoverá ações nesse campo. 

Em encontros com diretores e professores dos cursos de Engenharia, o Sindicato buscará debater os desafios que temos pela frente para, efetivamente, avançar em termos da formação de novos profissionais da Engenharia que tenham competências técnicas e socioafetivas para promover mudanças em prol de desenvolvimento de nosso país.


Gabriel Elmôr Filho, um dos autores do livro "Uma nova sala de aula é possível"

Ainda no evento, a diretora recebeu, em nome do SENGE, um exemplar do livro "Uma nova sala de aula é possível - Aprendizagem Ativa na Educação em Engenharia", de Gabriel Elmôr Filho, Laurete Zanol Sauer, Nival Nunes de Almeida e Valquíria Villas-Boas. A publicação encontra-se à disposição para consulta no SENGE.


COBENGE 2020 - Bento Gonçalves. Diretora Nanci Giugno com os professores da UCS - Luciana Muller Somavilla e Neide Pessin; e o professor da PUC, Claudio Frankenberg

Mais importante fórum de discussão sobre a formação e o exercício profissional em Engenharia no Brasil, o COBENGE é um evento anual realizado pela ABENGE desde 1973. A edição de 2020 será realizada na cidade gaúcha de Bento Gonçalves.

Imprima esta página