Voto
Petrobrás vai investir R$ 4 bilhões no pólo naval de Rio Grande - 02/03/2010 - 10h05

Petrobrás vai investir R$ 4 bilhões no pólo naval de Rio Grande


A assunto da imprensa especializada, nos blogs, nas reuniões e nas trocas de e-mails não pode ser outro: o grupo paulista Engevix em consórcio com a sueca GVA, venceu licitação da Petrobrás e irá construir oito cascos de plataformas marítimas tipo FSPO (Floating Production Storage Offloading)no pólo naval de Rio Grande.

Apesar do contrato ainda não estar assinado, os empresários já negociam benefícios fiscais com o Governo do Estado, mesmo que o investimento não dependa de benefícios fiscais por parte do Piratini, pois a licitação já foi feita e seu objeto adjudicado ao licitante vencedor que, por interesse e obrigação legal, deverá assinar o contrato nos próximos dias.

O consórcio também solicitou ajuda diretamente à Governadora Yeda Crusius para programas de qualificação de mão-de-obra. Há previsão de 7 mil contratações.


Os cascos FPSO são unidades flutuantes que produzem, armazenam e transferem petróleo e gás, e sua construção faz parte do PAC (Programa de Aceleração do Crescimento/PRÉ-SAL).

O anúncio confirma a declaração do presidente da estatal, José Sérgio Gabrielli, feita em 2008, de transformar o Estaleiro de Rio Grande numa verdadeira "fábrica de cascos".