Últimas Ações

SENGE MANIFESTA INCONFORMIDADE COM O DESRESPEITO AOS PROFISSIONAIS DE CACHOEIRINHA

O descaso com os engenheiros, arquitetos e geólogos da Prefeitura de Cachoeirinha foi pauta de reunião na manhã dessa sexta-feira (10), com a participação do diretor de Negociações Coletivas do SENGE, Diego Oliz. A categoria aderiu à paralisação convocada pelo Sindicato dos Municipários, que vêm liderando as tratativas junto à gestão do município.

A reunião foi conduzida pelos secretários municipais de Governança e Gestão, Juliano da Paz Carvalho, da Fazenda, Alex Sandro Branco, e de Modernização Administrativa e Gestão de Pessoas, Gilson Stuar dos Anjos, que compõem a Comissão de Negociação.

O diretor Oliz manifestou, na oportunidade, a inconformidade da categoria com a forma como foi conduzido o pacote de austeridade apresentado pelo prefeito Miki Breier e aprovado pela Câmara de Vereadores em 24 de fevereiro. Sem qualquer diálogo com a categoria, foram impostas uma série de medidas que impactarão imediatamente a qualidade dos serviços entregues à população. Além disso, para surpresa do SENGE e dos seus representados, o prefeito e os vereadores de Cachoerinha decidiram por revogar a lei municipal que instituiu a Responsabilidade Técnica, indo na contramão de diversas prefeituras do Estado que reconhecem a importância dos engenheiros, arquitetos e geólogos para a elaboração, aprovação, execução e fiscalização de obras e serviços essenciais ao desenvolvimento e à comunidade, incluindo a captação de recursos federais. A medida desvaloriza os servidores e ameaça o esvaziamento do quadro técnico municipal, em razão dos baixos salários em comparação com o mercado e inclusive com os municípios vizinhos, além da perda de conhecimento e acervo técnico, e sobretudo, a continuidade dos projetos.

Diante deste cenário lamentável, o diretor Oliz reiterou a disposição do SENGE e dos profissionais em dialogar e contribuir com a gestão municipal no sentido de buscar alternativas para enfrentar a crise econômica de Cachoeirinha, especialmente no que diz respeito ao incremento da receita municipal. Para tanto, solicitou aos secretários que transmitam ao prefeito Miki Breier a intenção de agendar uma reunião para tratar das reivindicações dos representados pelo SENGE.

Leia o apedido publicado no Diário de Cachoeirinha nessa sexta-feira.

 

Imprima esta página